O Instituto PGG oferece acolhimento psicológico, profissional, especializado e gratuito, presencia na cidade de São Paulo e por vias remotas (online) para familiares em outros locais, conforme autorização do Conselho Federal de Psicologia. Conheça nosso consultório online!

Quem teve um bebê afetado pela enterocolite necrosante há 25 anos atrás estava num mundo pré-internet, lidando com uma doença complicada, pouco conhecida e informações limitadíssimas.

Quem teve um bebê com enterocolite necrosante há três anos, já se encontrou em uma situação bem mais privilegiada, com tudo que a internet e as redes sociais dentro dela podem oferecer em termos de informação e acolhimento. O único problema é que tudo disponível até então era em inglês. Pouquíssimo havia em português informando sobre a doença e todos os grupos de apoio estavam fora do Brasil.

Hoje existe o Instituto Pequenos Grandes Guerreiros, criado a partir da necessidade de familiares terem mais informações, terem um lugar onde possam encontrar pessoas que passaram ou estão passando pela mesma situação, que possam encontrar informações sobre a doença e também que possam encontrar acolhimento psicológico.

Ter um bebê internado

A situação vivenciada pelos pais e pelo bebê internado é traumática e o trauma, por se um evento intenso, pode provocar efeitos complicados de longo-prazo. Embora pensamentos ruins sempre passem pela cabeça de gestantes, (parte da natureza humana), os pensamentos que predominam são pensamentos de curiosidade (Com quem será parecido? Qual será a cor dos olhos?) que fazem parte de uma idealização do bebe sadio e bonito. É por isso que o nascimento de um bebê doente e/ou prematuro é uma situação de extrema dureza para não só os pais, mas o restante da família também (irmãos, avós, tios).

O próprio local de permanência dos bebês de risco, os doentes e prematuros, a UTI Neonatal, já envolve uma grande complexidade de novas informações. Quando a internação acaba sendo longa, existe uma ruptura com a rotina que existia antes do nascimento e a frustração da expectativa da rotina (de caos agradável) pôs-nascimento. A situação acaba sendo uma que não era esperada ou planejada. Pode ser um período bastante difícil, incerto e solitário.

Algumas instituições de saúde contam com psicólogos para acolher esses pais de UTI. Outros não. O fato é que, após a alta, a ida para a casa pode ser uma situação repleta de desafios. E nessa hora o psicólogo da instituição de saúde não está mais presente.

O Instituto Pequenos Grandes Guerreiros disponibiliza psicólogos especializados em lidar com pais e familiares (irmãos, avós e tios) de bebês afetados pela ENTEROCOLITE NECROSANTE. Eles são treinados para entender e acolher da melhor maneira esses familiares. O atendimento é especializado e gratuito e está restrito a cidade de São Paulo no momento. Muito em breve o serviço será disponibilizado para o restante do Brasil.

Sinta-se convidado a nos contatar para agendar um horário. É gratuito!

Você não está sozinho!

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem